fbpx

Como combinar pisos e revestimentos? – Artechstone

tendências de revestimento para banheiro, luxo, design
Quais as tendências de revestimento para banheiro? – Artechstone
julho 11, 2019
Mármores
julho 11, 2019
Show all
revestimento externo,exterior,muro

Ao reformar ou decorar uma casa, uma das partes mais divertidas é escolher os acabamentos e revestimentos. Afinal os revestimentos são peças que unem funcionalidade e design e são fundamentais para muitos ambientes.

Mas muitas pessoas têm dúvidas quanto à melhor forma de combinar pisos e revestimentos em ambientes como banheiro e cozinhas. Será que é preciso combinar tudo?

Um bom design de interiores une propósito, versatilidade, criatividade e harmonia. E estes são os segredos para criar boas combinações entre revestimentos de parede e pisos principalmente em locais como lavabos, cozinhas e banheiros.

Combinar ou não combinar?

Não é obrigatório combinar os revestimentos e o piso de um ambiente. Não há uma regra que obrigue isso. Entretanto, a decoração deve sempre buscar construir um ambiente visualmente harmonioso e que valorize o cômodo e a combinação de revestimentos e pisos.

Pensando em harmonização visual, é interessante buscar uma integração entre os pisos e revestimentos, de forma que o local se torne agradável e convidativo.

Existem muitas formas de combinar as paredes com o piso. Uma das mais simples e mais usadas é através da cor. Investir em pisos e paredes em cores similares ou tom sobre tom não tem muito erro. As cores neutras como branco, cinza e bege conversam muito bem entre si e suas nuances compõem combinações bonitas e atemporais.

Uma excelente forma de combinar com cores é usar cores contrastantes ou usar tons claros com tons escuros. Esse jogo de claro e escuro cria um ambiente interessante e bem pensado, sem ser monótono.

Pisos claros podem ser combinados com paredes escuras para criar um ambiente aconchegante. Já pisos escuros pedem paredes claras, para que o ambiente não fique sombrio e sem vida.

Outra forma de usar as cores como elo é definir uma paleta de cores do ambiente. A paleta de cores deve ser composta de três ou quatro cores, que irão parecer em todo o cômodo. Uma das cores será a dominante e as outras servirão para complementação e destaque. Após a escolha da paleta, é possível escolher revestimentos que conversem entre si.

Tamanhos, estampas e materiais

Além das cores, também é possível combinar piso e parede baseados em outros critérios. Como, por exemplo, tamanhos. Escolher revestimentos com peças de tamanhos diferentes e que se conectem deixa o ambiente muito interessante. É o caso de um piso de cerâmica de peças grande e uma parede de cerâmicas que mistura peças grandes e pequenas.

Misturar materiais que tenham afinidade também é muito interessante. Neste caso, também é importante escolher materiais de cores que combinem, para manter a coerência. Misturar dois tipos de materiais em tons similares também cria um ambiente sofisticado e moderno.

Os acabamentos também servem como ponto de ligação para boas combinações. Misturar materiais com acabamento fosco e polido, acetinado e rústico rendem composições muito interessantes e alto impacto visual.

Estampas também são ótimas para compor combinações entre pisos e revestimentos. Você pode usar o piso estampada e as paredes lisas, ou vice e versa. E para quem quer arriscar e tem uma noção estética mais apurada, é possível também usar duas estampas. As estampas precisam ter um elemento de ligação, como cores ou texturas e criar uma unidade. Apenas evite estampas grandes tanto na parede quanto no piso, prefira uma estampa maior com outra menor.

Gostou desse conteúdo? Temos mais informações em nosso site. Navegue em nossa página e fique sempre por dentro das novidades.

Acompanhe os índices financeiros 

Os comentários estão encerrados.